notícias | créditos e apoios | cadastre-se  
página inicial > Sim, existem índios em São Paulo
Sim, existem índios em São Paulo

 

A população indígena no Estado de São Paulo, segundo o Censo de 2010, é de 41.794 habitantes, que na sua maioria (37.915 índios) vive no espaço urbano (IBGE, Censo 2010). Representando 0,1% do total estadual, a população que vive em terras indígenas no Estado de São Paulo está estimada pela Sesai em 4.964 índios.

As terras indígenas estão localizadas em diversas regiões, e há uma concentração no litoral e no Vale do Ribeira. A maior população nessas terras é do povo Guarani Mbya e Tupi Guarani (Ñandeva). Os Kaingang, juntamente com os Terena, Krenak, Fulni-ô e Atikum, ocupam três terras indígenas na região Oeste do estado.

Fotos: Carlos Penteado

São 30 as terras indígenas no Estado de São Paulo que já contam com algum tipo de reconhecimento por parte do governo. Tais áreas somam aproximadamente 48.771,3316 hectares localizados na área de aplicação da Lei da Mata Atlântica, contribuindo com a conservação da diversidade biológica e cultural do bioma. Porém, apenas catorze delas encontram-se regularizadas, sendo que das outras dezesseis, doze encontram-se na fase inicial do processo de demarcação e não foram nem identificadas.

Os povos indígenas em São Paulo, porém, enfrentam o desafio de promover a gestão ambiental e territorial em suas terras, que na maior parte das vezes não oferecem as condições ambientais e ecológicas ideais para a reprodução física e cultural. 

Localizadas na região de maior desenvolvimento econômico do País, as terras indígenas em São Paulo estão sujeitas a uma grande diversidade de pressões e ameaças (como as advindas de empreendimentos de infraestrutura e interesses minerários) que as colocam em situação de vulnerabilidade.

Visite o site e conheça um pouco mais sobre os índios que vivem em São Paulo.

  Guarani Mbya e Tupi

  Kaingang

  Terena

  Índios na cidade de São Paulo

 
saiba mais
[versão para impressão] [baixar pdf]

© 1995-2012 Comissão Pró-Índio de São Paulo. Todos os direitos reservados.

acesse-nos nas redes sociais: