09/11/2016 Voltar

Terras Quilombolas - setembro: Titulação de terras quilombolas vai para a Casa Civil


O decreto nº 8.865 de 29 de setembro de 2016, publicado no Diário Oficial no dia 30, confirmou a mudança de competência pela regularização de terras quilombolas para a Casa Civil que já havia sido determinada por Michel Temer em maio deste ano, quando ainda era presidente interino.

O Incra continua como o órgão responsável por conduzir os processos de regularização das terras quilombolas, mas agora vinculado a Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário da Casa Civil e para onde o decreto de setembro transferiu a estrutura do extinto Ministério do Desenvolvimento Agrário.

A decisão segue a tendência de centralização das decisões referentes aos processos de titulação que já havia sido registrada no governo Dilma. Em 2013, a presidência do Incra determinou, que todas as publicações de relatórios de identificação  deveriam ser aprovadas pelo Incra em Brasília contrariando a norma do próprio Incra que delega às Superintendências Regionais do órgão a competência pela aprovação dos relatórios.

Enquanto isso, a paralisia nos processos titulação continua. Nenhuma terra quilombola foi titulada em 2016 e, desde maio, quando Temer assumiu a presidência interinamente, não há publicação de Portarias de Reconhecimento e relatórios de identificação pelo Incra.

Terras Quilombolas - Placar 2016
0 titulações
5 decretos de desapropriação publicados
14 Portarias de Reconhecimento da Presidência do Incra publicadas
06 Relatórios Técnicos de Identificação e Delimitação publicados
1.522 processos em curso no Incra

 


Acompanhe o andamento dos processos de titulação das terras quilombolas aqui.

Matérias relacionadas
Terras Quilombolas – agosto: Alpes (RS) tem decreto de desapropriação publicado
Governo Temer publica decreto de desapropriação em benefício da comunidade quilombola Alpes (RS)
Terras Quilombolas – junho: Incra busca recursos para assegurar desapropriações em processos quilombolas
Terras Quilombolas – maio: Indefinições na política de regularização das terras quilombolas
Mais uma mudança: titulação de terras quilombolas vai para a Casa Civil
Terras Quilombolas – abril: Mais de 1.300 comunidades aguardam a identificação de suas terras

Monitoramento dos Direitos Territoriais
A Comissão Pró-Índio de São Paulo monitora, sistematiza e divulga dados relacionados aos direitos territoriais das comunidades quilombolas desde 2004 com o apoio financeiro de Christian Aid e Fastenopfer.

A reprodução total ou parcial dos textos desse blog é incentivada, desde que citada a fonte e sem fins lucrativos.